Big Data x Data Small

Atualizado: Jan 8


Big Data x Small Data

Hoje em dia muito se fala em Big Data, Data Science, Analytics e mais uma infinidade de termos que por vezes acabam confundindo aqueles que não estão acostumados. Sim, realmente temos uma sopa de letrinhas que precisam ser compreendidas para que possamos saber do que estamos falando ou qual serviço estamos adquirindo. Neste primeiro post procurarei conceituar de forma simples e direta o que é Big Data e o que Small Data. Se você está se perguntando o que isso tem a ver com a sua vida, eu tenho somente uma consideração a fazer: no mundo de hoje, praticamente tudo vira fonte de dados que será analisada por alguém a seu respeito, mesmo que você não tenha a menor consciência disso. Entendo ser um caminho sem volta. Mas vamos lá ao que interessa!


BIG DATA

É um termo que utilizado quando fala-se em dados de escalas astronômicas. Segundo a IBM (https://www.ibmbigdatahub.com/infographic/four-vs-big-data) temos um Big Data quando 4V’s são atendidos: Volume de escala de dados, Velocidade de streaming, Variedade de dados e Veracidade sobre incertezas dos dados. Isso quer dizer que, apesar da popularidade do termo, somente temos um Big Data quando os 4 V’s forem atendidos. Agora imagine um volume gigantesco de dados a uma velocidade nunca antes vista. Acrescente a isso fontes diversas de dados como, por exemplo, likes do facebook, visitas no seu site, documentos internos da sua empresa, sendo tratados praticamente em tempo real e gerando insights preciosíssimos sobre um determinado negócio? Pois bem, isso já é realidade em muitas empresas e deve se tornar cada vez mais popular.


SMALL DATA

Mas e quanto à minha estrutura de TI, com um aquele sistema que gastei uma fortuna para integrar com o meu banco de dados e fazer aqueles relatórios sob medida para os gestores das áreas da minha empresa? Pois bem, este é o seu Small Data, que nada mais é do que o seu sistema de informações gerenciais (ERP). Neste tipo de estrutura os dados são estruturados, ou seja, são armazenados no banco de dados em forma de tabelas para que possam ser consultados por um analista de negócios, por exemplo. Se comparado ao Big Data o volume é muito menor, mais lento, e os dados são aqueles que foram alimentados por um funcionário da empresa ou por integração com alguma fonte de dados externa ao sistema.

Então quer dizer que Big Data é melhor que Small Data? Não!! O segredo para uma análise mais assertiva, rápida e fidedigna é a combinação das duas alternativas quando possível. Parto do princípio que quanto mais eu souber sobre alguma situação, melhor será minha decisão. Há também a possibilidade de usar somente dados estruturados (small data) para determinada demanda ou, por outro lado, usar somente dados não estruturados obtidos do banco de dados não relacional por uma consulta do cientista de dados. A questão aqui é: depende. Depende do problema, das informações disponíveis, local de armazenamento dentre outros. Ter ao seu lado uma consultoria é o caminho para mitigar os riscos envolvidos nessa decisão nada fácil que é administrar dados e compreender o que eles têm a me dizer.


#contrateespecialistas

#abmconsulting



1 visualização